You are currently browsing Dani Botelho’s articles.

Eu adoro uma feira. Se for orgânica, melhor ainda. Mas às vezes falta tempo. Tempo para comprar, tempo para lavar, para cozinhar e até para comer, porque as coisas estragam dentro da geladeira. Por isso, acho muito válido ter aqueles vegetais congelados de pacotinho no freezer!

Essa pizzinha eu fiz com brócolis de pacotinho, misturado com cebola, tomate e azeitona chilena.

Nessa outra, usei espinafre.

Sim, eu também acho que falta sabor e aroma nos congelados, mas nada que não se resolva com um azeite aromatizado com alho e alecrim e  um pezinho de manjericão na janela da cozinha!

Esse queijinho amarelo eu comprei lá nos isteites. É tipo cheddar, totamente vegano. Não é suuper saboroso, mas com nosso temperinho fica delícia. Pena que não vende no Brasil.

Por cima, azeitonas verdes e chilenas, manjericão e o que mais você gostar.

Para o pedaço de pizza de banana eu usei chocolate meio amargo, daqueles para culinária. Quebrei em pedacinhos e deixei derreter no forno. Depois coloquei as bananas em rodelas e uma canelinha por cima.

A outra é de doce de leite de soja em lata. Fiz um xadrez por cima com cobertura para sorvete, só para fazer graça!

Dez minutos para preparar, outros 10 para comer!

Mais  junk impossível.

Eu tinha na geladeira dois únicos e pequenos inhames. Daí lembrei do livro sobre inhames da Sonia Hirsch e achei que era pecado deixá-los estragar. Aproveitei e fiz uma receita dela!

Descasquei, lavei e ralei os inhames. Temperei com sal e fui juntando farinha de arroz até a massa desgrudar da mão. Coloquei um tiquinho de azeite também. Achatei a massa na frigideira untada com azeite e deixei dourar bem dos dois lados.

Por cima, um mexidinho de tofu com alho-poró, tomate e curry.

Taí uma pizzinha rápida, sem glúten, sem crueldade e deliciosa!

Cobri a massa com uma camada de molho de tomate. Por cima, coloquei um creme de tofú simples. (Tofú batido com azeite, sal e noz-moscada). Coloquei a Glutadela ralada, orégano, cebola e azeitonas. Quem gosta de cebola, pode caprichar na quantidade.

A Glutadela e a massa integral eu comprei na Rua Santa Rosa, em São Paulo. Pra quem mora por essas bandas, vale a pena ir até lá. Tem coisa à beça, tudo baratinho!

Essa foto eu tirei antes de levar ao forno.

Cobri a massa com molho de tomate e coloquei as abobrinhas cruas fatiadas. (Para que ficassem bem fininhas, eu usei o fatiador).

Para a cobertura, bati as  nozes com suco de limão, alho e temperos.  Pode colocar um pouquinho de água para ficar mais cremoso. Como as nozes já são puro óleo, não é legal colocar azeite.

As azeitonas chilenas em pedaços deram um sabor especial!